sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Index – Now You're Gone

Esse disco deu tanto trabalho pra eu conseguir arrumar que o post de hoje vem com cara de desabafo. Tá, eu sei que pros aficionados em freestyle e compulsivos por MP3 isso seja um simples ato de compartilhar o disco de algum artista e nada mais. É justamente por constatar que compartilhar não é tão simples assim que eu venho desabafar.

Não, não sou um daqueles chorões que ameaçam parar de postar se os comentários forem insuficientes. Meu dedo médio estendido não é pra esses. É pra aqueles que tinham esse disco e por puro comodismo (ou egoísmo) não quiseram compartilhar, apesar dos insistentes pedidos, já que esse álbum é tão difícil de achar como Saddam Hussein, Muamar Kadafi ou Eliza Samudio.

Graças a Deus eu consegui esse disco. Graças a Deus, ao Discogs e o cara que me vendeu o CD. E agora venho fazer o que não fizeram por mim: COMPARTILHAR.

Sobre o Index, sei pouca coisa. Pelo que andei pesquisando, era um grupo do Canadá que tinha como membros Len Grant e Rupert Gayle. Seus maiores hits são Now You're Gone e Give Me A Sign. Cheguei a trocar uma ideia com o Gerry Fumo via Facebook, perguntei sobre o Rupert Gayle e ele me falou que são grandes amigos e continuam trabalhando juntos, escrevendo músicas e produzindo outros artistas. Além de Now You're Gone, o Rupert lançou um álbum solo em 1991, chamado The Time Is Right, mas com uma levada de R&B e New Jack Swing.

Em relação a Now You're Gone, a má notícia é que justamente a faixa tema do álbum não aparece na versão Ya Ya Mix - executada milhares de vezes nas rádios, boates e festas americanas (ainda existe isso?) na década de 90. A boa é que, além da também conhecida Give Me A Sign, há outras ótimas músicas como There's Only One, Not Long Ago e This Is The Time.

Baixem (é de graça e não arranca pedaço de ninguém) e aumentem o som.

01 - Now You're Gone
02 - Give Me A Sign
03 - Have It All
04 - There's Only One
05 - Do You Wanna Be Loved
06 - Not Long Ago
07 - In And Out Of Love
08 - Free To Be Mine
09 - A Question
10 - This Is The Time

Clique aqui para baixar.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Trinere – Hits, Remixes And Rarities

É, rapaziada amante do freestyle, funk melody (mal aê, fundamentalistas), electro, breakbeat e derivados, agora é pra valer: após um hiato temporal daqueles, eu voltei e espero nunca mais ser abduzido daqui por causa de trabalhos, compromissos ou simplesmente pura preguiça.

E pra inaugurar essa nova fase, pensei em trazer alguma coisa inédita ou algum discaço responsa para felicidade da nação. Claro, quem não poderia ficar de fora disso tudo é a aniversariante do dia e rainha do freestyle Trinere, dona de um vozerão e simpatia incrível.

Graças a ela e seu filhote Brandon Butler, ultimamente tô que nem pinto no lixo, felizão com o lançamento de Lose Control, depois de uma longa espera de 15 anos - isso, sim, é hiato. Foi durante umas 20 ou 30 repetições ininterruptas dessa nova música que eu pensei em desfazer uma injustiça cometida por Pandisc, Jam Packed e Warlock: não lançarem um disco com todos (todos mesmo) hits dela.

Reparem bem: por que Celebrating 10 não tem They're Playing Our Song? E o Anthology, como pode deixar de fora It's The Music? Isso pra não falar no All Night (Greatest Hits), que não tem Alone At Last, Rockin' To The Rhythm...

Pra acabar com essas injustiças, fiz uma espécie de bootleg que reunisse tudo, por isso o nome não poderia ser outro: Hits, Remixes And Rarities. Óbvio que aproveitei e coloquei, além da nova música, versões muito boas e dificílimas de serem encontradas por aí - fruto de anos de pesquisa e downloads nos sites, blogs e Soulseeks da vida. Ah, tentei me aventurar até na hora de fazer a capa.

O resultado tá aí, baixem tudo e aumentem o som. E parabéns para Trinere.

01 - Alone At Last
02 - Rockin' To The Rhythm
03 - Mega Mix
04 - It's The Music
05 - When I hear Music
06 - Lose Control
07 - I'll Be All You Ever Need
08 - How Can We Be Wrong
09 - They're Playing Our Music
10 - All Night
11 - I Know You Love Me
12 - Can't Stop The Beat
13 - Can't Get Enough
14 - In And Out
15 - I Want You Want To Me
16 - Don't Stop My Love
17 - Come On Let's Dance
18 - I Wanted You
19 - Will We Ever Learn
20 - Mega Mix (Wicked Mix)
21 - Magic 92.5 FM Interview
22 - Rockin' To The Rhythm (Hip Hop Fan Boy DJ) [Bonus Track]
23 - How Can We Be Wrong (Bradley D. Hinkle Remix) [Bonus Track]
24 - They're Playing Our Song (Howard Price Prime Cuts Edit) [Bonus Track]
25 - I Know You Love Me (Dance) [Bonus Track]

Clique aqui para baixar.
Facebook da Trinere.

sábado, 31 de outubro de 2009

Stevie B – Spring Love

Agora é hora de um clássico do Stevie B, provavelmente a música mais tocada dele até hoje: Spring Love. Tá aí uma apresentação ao vivo que vai deixar muita gente contando os dias para os shows dele e da Trinere aqui no Rio de Janeiro.


MySpace do Stevie B.

Trinere – They’re Playing Our Song

Aproveitando o clima de espera pelos shows do Stevie B e da Trinere, segue aí talvez o maior clássico dela, They’re Playing Our Song, numa recente apresentação em algum canto dos Estados Unidos, só para ter uma idéia do talento e energia da cantora nos seus shows.


MySpace da Trinere.

Stevie B e Trinere no Brasil


Sei que ando sumido daqui, além de n coisas pra resolver, ando bem pegado com agência, faculdade e mais curso, fora a preguiça que bate quando chego em casa. Enfim, ritmo frenético. Pra compensar esse longo tempo sem trazer nenhuma novidade, trago uma das melhores notícias desse ano para quem aprecia tanto o freestyle: Stevie B e Trinere estarão aqui em dezembro! Fiquei sem palavras quando soube, primeiro um amigo me ligou e perguntou se eu sabia de alguma coisa, depois vi na internet a confirmação de tudo, realmente muito bom, não perco por nada esses shows. Então anotem aí quando e onde vai ser:


5/12 – River FC, Rio de Janeiro.


MySpace do Stevie B.

MySpace da Trinere.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

LA Paris – One Night Lover

Sabe aqueles momentos que você está no lugar certo e na hora certa? Então, eu estava. Pelo menos eu acho. Acontece que há muito tempo atrás (muito mesmo) escutava quase que religiosamente o Som Acima Do Normal, aquele programa da Cash Box na saudosa Rádio Imprensa, todas as tardes. E foi numa delas que me deparei com um freestyle arrastado, que tinha um vocal parecido com o do Coro, pelo menos no jeito de cantar. O nome da música ou do artista? Eu não fazia idéia.

Os anos passaram e em alguma web radio gringa me deparei com uma música que fez eu ter a sensação de um déjà vu. Se foi aquela música que eu tinha escutado quando ainda era moleque, não posso garantir, mas juro que escutá-la sempre soa como uma confirmação divina, um reeencontro com aquela canção que ficaria para sempre como uma das minhas favoritas.

Depois, pesquisando algumas informações sobre essa música, descobri que se trata de uma daquelas consideradas como muito rara. Pouco sei também sobre o artista, LA Paris, só sei que além da famosa música, o cara também lançou outro single chamado Pressure. Enfim, com vocês, LA Paris com One Night Lover. Aumenta o som, fato!